Portal no Ar

Portal no Ar

Em greve desde o dia 13 de novembro do ano passado, os médicos do estado decidiram encerrar o movimento nesta terça-feira (27). A decisão foi tomada durante assembleia da categoria no Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed/RN).

O atendimento será normalizado nesta quarta-feira (28), mas permanecerá em ?estado de greve?, o que permite aos médicos voltarem a realizar paralisações quando necessário, até que sejam regularizados os pagamentos dos servidores ativos e inativos.

?A manutenção do estado de greve se deve também porque não podemos esquecer que existe um problema e temos que atuar sobre ele que é o caos na saúde do Rio Grande do Norte?, afirma Geraldo Ferreira.

A assembleia decidiu também por uma visita a Assembleia Legislativa (AL) para reunião com o presidente da casa, Ezequiel Ferreira, na próxima terça-feira (6), às 10h e no dia 13, os sindicatos da saúde realizam uma manifestação conjunta com concentração às 8h30 no Sinmed RN e caminhada até a Assembleia.

Os médicos pedem a regularização dos pagamentos para os ativos e aposentados da categoria além de serem contrários ao pacote de medidas do Governo que visa entre outros pontos: o aumento da alíquota da previdência de 11% para 14%, a alteração dos planos de carreira das categorias com retirada de direitos, como insalubridade e adicional por tempo de serviço (ADTS), transformando em subsídios, a demissão de não concursados que entraram no estado entre os anos de 1983 e 1988  e o congelamento de recursos apenas reajustados pela taxa de inflação o que impedirá melhorias e avanços na área da saúde.